quarta-feira, 27 de março de 2013

24 - "Ela vai ficar bem avisada!"

(Sergio) 
Mais um treino do Real que me deixou completamente exausto. Cheguei a casa e sentei-me no sofá...as saudades que tinha de chegar a casa e ter a Ana sempre à minha espera. Ansiava que ninguém me interrompesse...queria sossegar um pouco...estar sem ouvir a Pilar por uns momentos e sem ter de pensar nas coisas antes de as fazer...mas não. Tocam à campainha no exacto momento em que me preparava para ver televisão.
Apressei-me a abrir a porta...
- Que é que estás aqui a fazer? 
- Eu preciso de acabar um assunto - falou e entrou completamente desnorteada. 
Miranda!? Mas o que é que ela está aqui a fazer?
- Onde é que está a Pilar? 
- A Pilar?
- Sim. É com ela que eu quero falar.
- Miranda...se é por causa da Ana...as coisas não são o que parecem... - ela veio na minha direcção e colocou as suas mãos na minha face. 
- Eu sei que as coisas não são o que parecem, são ainda piores...e nós estamos aqui para resolver tudo. Mas...a Pilar está, ou não está em casa? 
- Não...ela foi à rua...mas tu disseste...nós? 
- Sim... A tua mãe! Ela está só a estacionar o carro - a Miranda estava entusiasmada...sei lá...estava com a cara de que queria fazer/dizer alguma coisa mas que tinha de se controlar. Nisto entra a minha mãe em casa, com duas malas na mão.
- Mãe... - fui cumprimentá-la.
- Ela está em casa? - perguntou-me.
- Não! Temos de nos despachar - respondeu a Miranda pegando numa das malas que a minha mãe trazia. 
- O que é que vocês estão a fazer? 
- Vamos acabar com tudo isto...se é fama que ela que...é fama que ela vai ter - a minha mãe estava revoltada, como eu nunca a tinha visto. Ela foi com a Miranda para o andar de cima e eu fui atrás delas.
Elas estavam a colocar tudo o que era da Pilar nas malas...roupa, maquilhagem, bijuteria...tudo. 
- Vocês podem explicar-me o que estão a fazer!? Nós não podemos fazer isto! Ela vai atrás da Ana. 
- Não, não vai! Ela vai ficar bem avisada! Podes ter a certeza que ela não brinca comigo...eu passei anos ao lado da Ana. Aprendi o significado da palavra irmã com ela...e eu juro-te, depois de hoje, aquela filha da mãe vai arrepender-se de ter nascido. 
- Miranda...
- Sergio! Chega! Vocês têm de ser felizes um ao lado do outro! A Ana esteve a sofrer este tempo todo. O coração dela voltou a fraquejar...e...porra! Vocês perderam um filho! - a Miranda estava descontrolada...mas tudo o que ela disse...a Ana sofreu por causa de uma...pessoa sem escrúpulos nenhuns - Sergio - disse ela, colocando-se à minha frente - achas que a Pilar ainda demora?
- Não...ela deve estar a chegar. O treino do Real já acabou à algum tempo...
- Boa. Agora, ajuda a arrumar o resto. Tudo o que é dela tem de ir para estas malas. 
- Claro. 
Eu, a Miranda e a minha mãe, arrumamos tudo. Tudo o que naquela casa pertencia à Pilar, estava dentro de duas malas, postas agora junto à porta de casa. 
- Ela vem aí - disse, constatando que o carro dela estava a entrar no portão. 
- Age normalmente...nós tratamos do resto. 
- Ok.
A Miranda e a minha mãe foram para a cozinha e eu sentei-me no sofá. 
Passado algum tempo, entrou a Pilar em casa. 
- Vais levar-me a viajar, amorcito? - perguntou ela.
- Porque?
- Sergio...estão malas à entrada...
- Ah...isso. Tens visitas...
- Não me digas que os meus pais quiseram vir conhecer o netinho...
- Não são os teus pais... - levantei-me indo para junto dela - sabes que a pessoa que eu mais amo neste mundo...para além dos meus pais...é a Ana. 
- Não sei o que é que essa gaja tem de estar na frase...
- Porque...chateaste a pessoa que a ama tanto ou mais que eu. 
- Não me digas...
- Quero que conheças uma pessoa... - a Miranda, entrou na sala...não estava assim combinado...mas era a melhor maneira de apresenta-las. 
- Quem é esta rapariga, Sergio?
- Sou alguém que tu não vais gostar de conhecer - dito isto, a Miranda, encosta a Pilar à parede...sinceramente...adorei vê-lo - eu não estou aqui para te conhecer formalmente...muito menos ser tua amiguinha. Tu destruíste a vida de duas pessoas que se amam. Destruíste a minha irmã...que por tua causa teve a pior semana da vida dela a pensar que o homem que ama a tinha trocado por um monte de... - a Miranda controlou-se...no seu vocabulário...mas por mim, poderia ter continuado - tu queres fama, não é? Nós vamos dar-ta...mas ficas avisada. De hoje em diante...o teu futuro será com esse bebé que tens na barriga e com o pai dele...quer o encontres ou não. Vais deixar a Ana em paz...vais deixa-los aos dois em paz. Caso contrário...tu não sabes os sarilhos que vais ter...eu juro-te, se lhes fazes alguma coisa eu acabo com a tua vida. Não adianta ires a tribunal como fizeste com a Ana...porque eu tenho testemunhas a meu favor. Agora... - adorei ouvir a Miranda falar...ela estava tranquila, mas tinha uma raiva à Pilar...ela estava a acabar com aquilo que eu não tinha coragem de acabar, por amar demasiado uma pessoa que não merecia ser magoada por erros de outra. A Miranda pegou na Pilar pelo braço e começou a sair de casa...a minha mãe agarrou-se a mim.
- Está tudo a terminar, filho.
- A mãe...foi ter com a Ana? 
- Que é que achas que a Miranda está aqui a fazer? 
- Obrigada mãe - abracei-a e seguimos a Miranda para a rua. 

(Ana) 
A Miranda e a Paqui iam por a parte do plano delas em prática...a maior parte dele. Mas...eu não conseguia estar no mesmo sitio que a Pilar...não o conseguiria fazer porque sabia que me ia enervar demasiado e que o meu coração não iria aguentar. 
Mas, enquanto elas estavam a fazer o papel delas...eu fiz o meu. 
Divulguei a toda a imprensa espanhola do que se passava. A Pilar quer fama...e nós vamos dar-lha. Depois de grande parte da imprensa estar avisada, segui para casa do Sergio. Fui a pé...calmamente, ficando um pouco afastada de toda aquela confusão que já estava à porta. 
Estávamos a ser...diferentes de todos os casais normais...mas a nossa história em nada é normal. A Miranda saiu com a Pilar para a rua...vinha com as malas na mão e deixou-as no chão, largando a Pilar...que a única coisa que fez ao ver o que se passava, foi pegar nas malas e ir embora. 
É claro que os jornalistas ficaram ali durante imenso tempo...e eu permanecia estática...não fui a correr para casa do Sergio, não fui...não era assim que tinha de ser. 

(Miranda)
Senti-me...tão, mas tão bem a fazer o que fiz à Pilar. Ela merece...merecia mais, na minha opinião, mas tendo em conta quem é o Sergio Ramos e quem é a Ana Moreira...acho que o que fizemos até já foi demais. 
Tinha corrido tudo como planeado...a Ana tinha feito a parte dela e a Pilar estava fora, desejo eu. A Ana...ela...ainda não estava com o Sergio...ela não quis vir ter com ele depois de tudo passar...quis preparar-se primeiro. 
É mais que normal...ela perdeu um bebé, tudo bem que não sabia que existia, mas era...o filho dela com o Sergio. As horas que ela chorou no meu colo, as vezes que ela chamou pelo Sergio a dormir...ela sofreu como eu nunca a vi sofrer. 
- Como é que está a Ana? - perguntou-me o Sergio quando estávamos já sentados na sua sala. 
- Estava a ficar melhor...bateu super fundo Sergio...
- O coração dela voltou a quebrar... - a Paqui falou e o Sergio, imediatamente, começou a chorar. Nunca um homem chorar me fez tanta impressão...juro que não! Ele...ele chorava com tudo o que tinha...era doloroso vê-lo naquele sofrimento. 
- Como...como? Eu...não estive ao pé dela! - o Sergio explodiu...rebentou mesmo...levantou-se do sofá e começou a andar de um lado para o outro. Já que tinha posto um fim à Pilar...vamos lá acabar com isto também. 
- Ei! - coloquei-me de frente para ele e dei-lhe uma chapada.
- Miranda! - a Paqui...provavelmente não estava à espera que eu o fizesse...mas o gajo estava a entrar em paranóia. 
- Desculpe Paqui...mas ele tinha de acordar - voltei a olhar para o Sergio - tu tens de ter calma...sim? Estás todo stressado, em vão. 
- Em...vão?
- Sim. Isso não te serve de nada. Não apaga aquela semana, pois não? 
- Não.
- Ainda bem que estamos de acordo. 
- Ela ficou nos Estados Unidos?

(Ana)
Estava em casa da Paqui. A Pilar era notícia em todo o lado...a fama que ela queria estava espalhada por Espanha inteira. 
Eram cerca das 17h, quando entram em casa...era o José, o pai do Sergio. 
- Olá Ana.
- Olá José - ele deu-me um beijo na testa...coisa que eu não esperava...o José não me tinha aceitado muito bem e sempre que estávamos juntos havia sempre um certo distanciamento entre nós. Ele sentou-se a meu lado no sofá.
- Já foste ter com o Sergio? - perguntou-me. 
- Não...
- Ana...sei que nunca tivemos assim uma conversa muito séria, mas eu quero que saibas que eu estou com vocês a 100%.
- Obrigada José - ele abraçou-me...era bom ter, neste momento, a família do Sergio comigo. 
- Tu não me tens de agradecer nada - ele olhou-me - o Sergio está a chegar.
- Hã? 
- Sim...a Paqui e a Miranda estão a vir com ele.
- Obrigada. Vou até lá acima - levantei-me do sofá e comecei a caminhar. 
- Espero ver-te cá em baixo...
- Sim...talvez...
Subi até ao quarto onde estava com a Miranda...conseguia ver o portão da casa...assim saberia quando é que eles chegavam...e não demorou nada. 
Vinham no carro da Paqui...que tinha um sorriso nos lábios, assim como a Miranda...já o Sergio...ele não...estava sem expressão na sua face...sem qualquer tipo de amostra de como se sentia... 
Fui deitar-me na cama...o que é que eu ia fazer? Eu não o iria conseguir ver...não sei se conseguia olhar para ele sem chorar...passou algum tempo...fiquei ali a pensar e a pensar...quando ouço os passos de alguém  mulher pois era barulho de saltos, a chegar junto da porta. 
- Ana?
- Miranda... - era a Miro...abri-lhe a porta...mas...


Quero agradecer-vos por tudo o que têm dito capitulo após capitulo.
Nem imaginam como é tão bom ver os comentários que vocês deixam.
Muito, muito obrigada.
Os meus capítulos são para vocês! Porque vocês merecem isto e muito mais!

8 comentários:

  1. Addddoorreeeiii!!!
    Achas bem acabar um capitulo assim? xd Há sempre um mas...
    Agora espero que a Pilar não volte e que a Ana e o Sérgio fiquem juntos.

    Prooooxxxiimmmooo!!!!

    ResponderEliminar
  2. Olá :)
    Olha não é por nada, mas acho que te esqueces-te do resto.
    E a partir de agora faço partes do clube de fãs da Miranda xD
    Espero que a menina Pilar tenha aprendido...DE VEZ.
    Mas pronto, agora quero a parte que te falta publicar.
    Estou curiosa sobre aquele "mas"

    Beijinhos
    Daniela^^

    ResponderEliminar
  3. This girl is on fire... Miranda, Miranda, Miranda!
    Estou com a Danii!! Clube de fãs, JÁ!!!
    Isto sim...foi fama! ahahahah
    Adorei e espero sinceramente que a Pilar va dar leite para outro lado e nunca mais volte. Olhe que va para a India, que la "coisas" como ela sao sagradas ;)
    Agora quero a reconciliaçao destes dois!!

    Beso
    Ana Santos

    (Porque e que eu sinto que este comentario nao foi normal?...)

    ResponderEliminar
  4. Eiii então?! Achas que isto é forma de acabar um capitulo?!!!
    QUERO MAIS!!

    ResponderEliminar
  5. Ahahahah! Adorei!
    A Miranda foi um show! Fã nº 1!
    Ai a parte da chapada. O que eu me ri. Eu ri-me no capítulo todo, mas aquela parte estava a imaginar... Lol
    Coitado do Sese e da Ana. Quero o próximo!!
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Tu não podes acabar o capítulo ainda para mais como este numa altura destas!!!
    Adorei o que fizeram com a Pilar mas preciso com urgência do próximo!!!
    Bjokinhas
    Mariaa

    ResponderEliminar
  7. Olá!:)
    Aquela bofetada foi do melhor xD tal como o capítulo!!lool
    Quero mais sff ;)
    Beijinhos
    Rita

    ResponderEliminar